quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

SOBREMESA DE FINAL DE ANO

Orlando Glingani, chef gourmet da Kopenhagen,


dá sugestões de receitas ideais para o Ano Novo:


Papilotes Cherry Brandy Kopenhagen

>> Ingredientes para a massa:

• 300 g de massa fillo;

• manteiga sem sal;

• papel manteiga.



>> Ingredientes para o recheio:

• 12 unidades de Bombons Cherry Brandy Kopenhagen.



>> Ingredientes para a cobertura:

• Açúcar de confeiteiro.



>> Ingredientes para a decoração:

• Cerejas frescas.



>> Modo de preparar a massa:

Desdobre a massa cuidadosamente sobre uma superfície lisa e seca. Com o auxílio de uma carretilha, corte quadrados de aproximadamente 15 cm e pincele toda a superfície de cada um deles com manteiga derretida. Monte uma folha sobre a outra (cada papilote usa 4 quadrados de massa).



>> Modo de preparar o recheio:

No centro dos quadrados, coloque um Bombom Cherry Brandy Kopenhagen e feche formando uma trouxinha. Aperte bem para que não abra no forno. Coloque as trouxinhas em uma fôrma, cubra com papel-manteiga e leve para assar a 200ºC em forno pré-aquecido, até que fiquem levemente douradas.



>> Modo de preparar a cobertura:

Retire do forno e salpique açúcar de confeiteiro.



>> Decoração:

Coloque cada um dos papilotes em um prato e decore com as cerejas frescas com os cabinhos. Sirva a seguir.



Dica do chef gourmet: Fica ainda mais gostoso se for servido com sorvete de creme.



Rendimento: 12 deslumbrantes papilotes.

LOMBO DE FINAL DE ANO


Ingredientes:

1Kg de lombo de porco, cortado em fatias de 2cm

1 colher (chá) de sal

pimenta do reino a gosto

125g de bacon fatiado

2 colheres (sopa) de óleo
Modo de Preparo:

Tempere o lombo com o sal e a pimenta. Deixe pegar o gosto por 10 minutos.

Enrole em cada fatia de lombo uma de bacon, amarre com um barbante de algodão ou prenda com um palito colocado na transversal.

Coloque metade do óleo em uma frigideira grande e leve ao fogo ate esquentar bem. Frite metade dos medalhões, deixando-os bem corados dos dois lados.

Acrescente a outra colher de óleo, deixe esquentar e frite a outra metade dos tornedos.

Deixe sobre o papel absorvente, retire o barbante ou palito.

Sirva em seguida.

Dicas:
Sirva com batatas coradas ou arroz.

Preparo: 30 min

Cozimento: 20 min

Porções: 8

Valor calórico: 581 Kcal/porção

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

CHUCHU AGRIDOCE - Super Rápido

Com todo mundo fala que o chuchu não tem gosto de nada e praticamente não comem por isso.

Ingredientes:
1 chuchu
200ml vinagre branco de vinho ou de arroz
2 colheres de sopa de açúcar
sal a gosto
1 travessa para microondas

Modo de Preparo:
Cortar o chuchu em 4 partes de cumprido e remover completamente a semente, depois fatiar o chuchu bem fino, quase transparente, coloque na travessa e misture o restante dos ingredientes e coloque no microondas por 3 minutos, até ficar macio.
Depois de cozido, mexa bem e coloque na geladeira para esfriar e sirva.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

BRIGADEIRO DE AÇAI

 

Ingredientes

-300g de polpa de açaí
-1 lata de leite condensado

Modo de Preparo

Coloque a polpa e o leite condensado no fogo e misture até soltar
do fundo da panela. Em seguida, despeje a mistura em um prato
umtado com manteiga e deixe esfriar. Enrole em forma de bolinha e
passe no chocolate granulado. Se quiser, coloque na geladeira. 

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

BOLINHA DE QUEIJO - COMIDINHA DE BALADA

Ingredientes:

1/2 litro(s) de leite

1 colher(es) (sopa) de manteiga Mococa

1 colher(es) (café) de sal

1/2 xícara(s) (chá) de parmesão ralado(s)

1 xícara(s) (chá) de farinha de trigo

1/2 colher(es) (sopa) de amido de milho

100 gr de mussarela em cubos médios

quanto baste de farinha de rosca

quanto baste de clara de ovo batida(s)

Mode de Preparo:
Ferva o leite. Junte a manteiga, o sal e o queijo. Depois de misturados, acrescente a farinha e o amido de milho. Cozinhe até formar uma massa consistente (mexendo). Retire do fogo e deixe esfriar. Forme as bolinhas, recheando cada uma com um pedaço pequeno de mussarela. Tome o cuidado de fechar bem as bolinhas para que o queijo não escape, evitando assim, que as bolinhas estourem. Passe-as primeiro pela farinha de rosca, depois por claras batidas e, por último, passe novamente na farinha de rosca. Frite em abundante óleo quente.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Milk Shake Magnum

Galera olha o que eu encontrei na internet, para esse calor !!!!!!


Ingredientes

  • 2 Unidade(s) picolés Magnum Clássico
  • 3 Bola(s) sorvete de creme
  • 100 Mililitro(s) leite integral
  • À gosto Calda e confeitos de chocolate para decorar

Modo de preparo

  1. Bater os três primeiros ingredientes no liquidificador. Decorar o copo com a calda de chocolate, colocar o Milk shake, salpicar de confeitos e servir com um canudo.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

PÃO DE MORTADELA

Estava olhando a enquete deste blog e descobri que a maioria das pessoas estavam pedindo receitas de comidas tipicas e com origem Italianas.
Por este motivo peguei esta receita, pois um dos ingredientes é tipicamente Italiano.....A Mortadela.


Ingredientes:

Recheio

300 gr de mortadela Sadia picada(s)

4 unidade(s) de tomate picada(s), sem semente(s)

1 unidade(s) de cebola picada(s)

1 colher(es) (sopa) de azeite

1 xícara(s) (chá) de cheiro-verde picado(s)

1 xícara(s) (chá) de azeitona verde picada(s)

1 lata(s) de ervilha escorrida(s)

quanto baste de sal

quanto baste de pimenta-do-reino branca





Massa

3 tablete(s) de fermento biológico fresco

3 colher(es) (sopa) de açúcar

3 xícara(s) (chá) de água morno(a)

3 unidade(s) de ovo

2 colher(es) (sopa) de manteiga Mococa

1 kg de farinha de trigo

quanto baste de sal





Montagem

1 unidade(s) de gema de ovo batida(s)









Recheio

Misture todos os ingrediente e reserve.



Massa

Misture o açúcar com o fermento e a água morna. Acrescente os ovos e a manteiga, e misture bem. Junte a farinha aos poucos, misturando bem, no início com uma colher de pau depois com as mãos até obter uma massa que desgrude das mãos.



Montagem

Divida a massa em 3 partes e abra cada uma em retângulos de 36x27 cm para fazer os pães.

Espalhe o recheio (deixando uma borda de uns 2 cm) e enrole como rocambole, feche bem as pontas e pincele gema

Deixe-os crescer até dobrar de volume.

Leve ao forno moderado pré-aquecido (180ºC ) por cerca de 35 minutos. Corte em fatias e sirva quente ou frio.

CHESTER COM ERVAS E MAÇÃS CARAMELIZADAS

Ingredientes


■1/2 xícara de salsa picada

■1/4 de xícara de tomilho

■1/4 de xícara de orégano

■1 Chester grande

■1 garrafa de vinho branco

■1/3 de xícara de mostarda

■1/3 de xícara de molho inglês

■Maçã Caramelada

■3 xícaras de açúcar

■1/2 xícara de água

■1/4 de xícara de vinagre

■1/3 de xícara de ketchup

■14 maçãs pequenas





Modo de Preparo

Em uma tigela misture as ervas e reserve.

Coloque a ave em uma assadeira e banhe com o vinho, a mostarda e o molho inglês.

Passe a mistura de ervas sobre o chester e nas cavidades.

Cubra com papel-alumínio e asse em temperatura alta por quatro horas ou até a carne ficar macia.

Banhe às vezes com o caldo que se formar na assadeira.

Quando a carne estiver assada, retire o papel e asse até dourar.

Maçã Caramelada:

Em uma panela, misture o açúcar, a água, o vinagre e o ketchup.

Leve ao fogo e mexa até o açúcar se dissolver.

Retire as sementes das maçãs, coloque-as na panela, tampe e cozinhe em fogo médio por 20 minutos ou até ficarem macias.

Dica: adicione duas colheres (sopa) de açúcar mascavo ao tempero para dourar

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

SALADA DE BERINJELA


Ingredientes:

-2 berinjelas

-l cabeça de alho

-l maço de salsinha

-sal

-pimenta vermelha calabresa

-orégano

-l litro vinagre branco

-azeite ou óleo composto

Modo de Preparo:

Corte as berinjelas em fatias finas. Coloque num escorredor de

macarrão uma camada de berinjela polvilhada de sal alternando até

terminar.



Coloque um prato de sobremesa virado para baixo e em cima coloque

uma vasilha com água para criar peso deixando por mais ou menos 2

horas, a berinjela irá soltar água.



Leve ao fogo uma panela com as berinjela coberta com vinagre e

l/2 litro de água deixando cozinhar sem deixar cozinhar muito

tempo. Escorra e deixe esfriar.



Coloque em um refratário com tampa camada de berinjela, alho

cortado em fatias fina, óregano, pimenta e salsa picadinha até

terminar as berinjelas.

Cubra com azeite. Deixe sem mexer por 2 dias.

LISTA DE SUCOS E FRUTAS PARA DIABÉTICOS

Como postado na matéria: dicas para ajudar a controlar o diabetes, viu-se que é aconselhável que sejam feitas 6 refeições diárias: café da manhã, lanche, almoço, lanche da tarde, jantar e lanche da noite.


A seguir, confira a lista de frutas e sucos que podem ser consumidos por diabéticos, preferencialmente como lanches da manhã, tarde e noite:

Abacate pequeno ………………………………. metade

Abacaxi …………………………………. 1 fatia pequena

Ameixa fresca ………………………………. 2 pequenas

Ameixa seca ………………………………… 2 pequenas

Banana ………………………………………….1 pequena

Caqui ………………………………………….. 1 pequeno

Damasco …………………………………………2 médios

Figo ……………………………………………….. 1 médio

Framboesa …………………………………. 10 unidades

Goiaba ………………………………………….1 pequena

Grapefruit ………………………………………… metade

Jabuticaba …………………. 1 pires (chá) (30 a 50 g)

Laranja ………………………………………… 1 unidade

Maracujá …………………………………………. 1 médio

Melancia ……………………………………………. 1 fatia

Melão ……………………………………….1 fatia média

Maçã …………………………………………….1 pequena

Mamão …………………………………. 1 fatia pequena

Mamão papaia ………………………………….. metade

Manga ………………………………………….1 pequena

Morango ………………………………………10 grandes

Pêra ……………………………………………..1 pequena

Pêssego …………………………………………… 1 médio

Suco de laranja …………………………………..200 ml

Tâmara ………………………………………. 2 unidades

Tangerina …………………………………… 2 pequenas

Uva …………………………………………… 12 unidades



Cada porção equivale a:



Calorias: 40

Proteínas: 0

Gordura: 0

Hidrato de Carbono: 10g



Fonte: Livro Receitas para Diabéticos – Margarida Valenzi. Ed. Marco Zero.

PRAIAS DE SÃO PAULO

Praias de São Paulo

O litoral paulista tem cerca de 700 km de extensão, 60% de praias. Belas paisagens. Rico em opções de lazer e turismo. São 16 municípios litorâneos.




Possui também um complexo ecossistema em estuários, manguezais, restingas, cavernas, rios, costões e cerca de 149 ilhas. As melhores praias estão no litoral norte. No litoral sul existem várias áreas de preservação ambiental nos municípios de Iguape, Cananéia e Peruíbe.


Ilhabela
 
Um paraíso tropical. Praias e mais belas praias. Tem também o Parque Estadual de Ilhabela, criado em 1977, com várias trilhas de ecoturismo e cachoeiras. Visitar as lojinhas e restaurantes da Vila é uma ótima opção. O pôr do sol ao sul da Ilha é fascinante.




Ilhabela é um município e arquipélago marinho composto pelas ilhas de São Sebastião (principal), dos Búzios, da Vitória, dos Pescadores (Ilha do Meio) e das Cabras, além de alguns ilhotes.







Ubatuba

As paisagens em Ubatuba impressionam. O encontro da Serra do Mar com o oceano forma cenários estonteantes na região. As praias são excelentes para esportes náuticos e mergulho.




O turismo ecológico é outra boa opção. O Parque da Serra do Mar, criado em 1977, no norte de Ubatuba, é o maior parque paulista e existem áreas de preservação da Mata Atlântica.



Ubatuba fica a 234 km de São Paulo e 324 km do Rio de Janeiro, fazendo fronteira, ao norte, com Paraty.

CASTANHA DO BRASIL (CASTANHA DO PARÁ)

(Bertholletia excelsa)


Só uma castanha por dia... não mais do que isso, garante as doses de selênio de que seu corpo precisa para preservar cada célula, por para fora possíveis substâncias tóxicas e viver mais.

Cabe na palma da sua mão, e ainda sobra um espaço e tanto, a arma que vai superproteger as unidades microscópicas do seu organismo. Em segundos, ao mastigar uma única castanha-do- pará, você recarregará os níveis de um mineral extremamente importante para uma vida longa e saudável: o selênio. A pequena oleaginosa repõe a quantidade do nutriente necessária para dar combate ao envelhecimento celular, causado pela formação natural daquelas incansáveis moléculas que danificam as células, os radicais livres.

Um estudo da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, atesta que a ingestão diária de duas castanhas-do-pará recentemente rebatizadas castanhas do brasil, eleva em 65% o teor de selênio no sangue, mas provavelmente os neozelandeses não usaram o legítimo produto brasileiro. Ora, nós somos sortudos. É que as castanhas produzidas no Norte e no Nordeste do país são tão ricas em selênio que bastaria uma unidade para tirar o mesmo proveito. A recomendação é de que um adulto consuma, no mínimo, 55 microgramas por dia, diz a nutricionista Bárbara Rita Cardoso, pesquisadora do Laboratório de Minerais da Universidade de São Paulo. E com uma unidade da nossa castanha já é possível encontrar bem mais do que isso de 200 a 400 microgramas do bendito selênio. Aliás, o limite de consumo diário do mineral é de 400 microgramas, portanto, não vá com muita fome ao pote. No caso de uma criança, meia castanha seria suficiente, afirma Silvia Cozzolino, presidente da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição.

E por que toda essa fama do selênio? Ele é essencial para acionar enzimas que combatem os radicais livres, responde Christine Thomson, a pesquisadora neozelandesa que investigou as propriedades da castanha. O selênio se liga a algumas proteínas já existentes em nosso corpo para formar essas enzimas antioxidantes, descreve, completando, Bárbara Cardoso. Na ausência dele, as tais enzimas ficam sem atividade e, então, deixam de combater os radicais e ainda desguarnecem as defesas do organismo.

O mineral da castanha também teria um papel especial na proteção do cérebro. É que, com essa capacidade de acabar com a farra dos radicais livres, as células nervosas seriam preservadas, evitando o surgimento de doenças neurodegenerativas com a idade. Justamente por isso, a pesquisadora Bárbara Rita Cardoso começa a estudar os possíveis benefícios do selênio em portadores do mal de Alzheimer. "Desconfiamos que nesses pacientes os radicais façam maiores estragos", diz ela.

A tireóide também funciona melhor na presença do selênio, acrescenta Christine Thomson. Isso porque, se não houver esse elemento, ela não consegue produzir direito seus célebres hormônios. O mineral também está intimamente associado à capacidade de o organismo se livrar de substâncias tóxicas, ajudando-o inclusive a expulsar possíveis metais pesados que se alojam nas células.

Apesar de tudo isso, o badalado selênio deve ser apreciado com moderação. Quando os especialistas recomendam uma castanha diária, é para segui-lo à risca. Acredite: o conselho não é nem um pouco mesquinho. Esse consumo ideal e comedido é que faz todas essas enzimas que dependem do nutriente trabalharem de forma adequada, diz Bárbara. Em excesso, o selênio não vai potencializar sua ação. E o pior: mais cedo ou mais tarde, o exagero rotineiro vai revelar o lado negro da substância. Sim, ele existe: a toxicidade. Ela acontece se a pessoa ingerir mais de 800 microgramas por dia, adverte Silvia Cozzolino. É que o selênio tem efeito cumulativo, emenda Christine Thomson.

Isso não significa que abusar das deliciosas castanhas em uma happy hour com amigos traga grandes ameaças. De vez em quando, dá até para superar a quantidade recomendada. O perigo é comer essas oleaginosas além da conta todo dia. Quem experimentar ataques sucessivos de gula poderá sentir dor de cabeça, ficar com as unhas fracas e ver seus cabelos caírem. "Mas quem come mais de 6 castanhas hoje não vai se empanturrar delas amanhã", usa a lógica a expert em nutrição Silvia Cozzolino. No máximo, o preço desse pecado será um mau hálito parecido com o bafo de alho, acredite!

Não corre o mesmo risco quem comer, vez ou outra, algum prato que leve a castanha na receita até porque, seja doce ou salgado, dificilmente uma porção reunirá tantas unidades. E saiba: nem o fogão nem a geladeira conseguem detonar as reservas de selênio. No dia-a-dia, nada melhor do que a praticidade de botar na mochila, no bolso ou na bolsa a sua estrela solitária. É saúde na medida certa!

Para chegar à quantidade de selênio de uma castanha-do- pará (de 5 gramas ), você teria que consumir, em média, o equivalente a...

•16 pães franceses ( 50 gramas cada um)

•100 copos de leite (200 mililitros por copo)



COMIDA ANTITÓXICA



Uma das principais benesses do selênio é a sua capacidade de desintoxicar o organismo. O mineral atua em mecanismos que favorecem a eliminação de metais pesados pelas fezes e pela urina, explica a nutricionista Bárbara Rita Cardoso. Esses metais nocivos, como o mercúrio e o arsênico, ficam impregnados no organismo quando, por exemplo, consumimos peixes de má procedência, que vieram de águas poluídas. E, daí, disparam inúmeros problemas em nossos tecidos, do envelhecimento ao câncer, algo que é freado com o sistema de limpeza acionado pelo consumo da castanha.





SUPLEMENTAÇÃO, A POLÊMICA



A natureza oferece fontes de selênio, mas há quem prefira recorrer às cápsulas. Estudos recentes revelam que isso pode ser bobagem: o melhor seria buscar o mineral na comida mesmo. O selênio dos alimentos é mais bem absorvido pelo organismo, justifica o pesquisador Alexei Lobanov, do Departamento de Bioquímica da Universidade Nebraska-Lincoln, nos Estados Unidos. E, já que a quantidade de que precisamos nem é lá tão alta, a suplementação deveria ficar restrita a casos especiais.





TERRA BOA, FRUTO RICO



A concentração de selênio em um alimento depende do solo em que é cultivado. De acordo com o engenheiro agrônomo José Urano de Carvalho, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, a castanheira, nativa da floresta Amazônica brasileira, além de ter uma incrível habilidade para extrair o mineral, comparada a outras espécies, encontra na terra de lá uma enorme quantidade de selênio. Por isso seus frutos são campeões no elemento. As castanhas-do- pará são cultivadas prá valer na região Norte, especialmente no cinturão amazônico, mas o Brasil já não lidera o ranking de produção da oleaginosa. "Hoje é a Bolívia que ocupa o primeiro lugar", revela Urano.

PODER DO MARACUJÁ

Maracujá, o bloqueador natural de gordura

Saiba como o maracujá bloqueia a gordura

Por Katia Cardoso

Benefícios do maracujá

Ela chegou no mercado com a fama de ter o poder de baixar as taxas de açúcar no sangue, o que é ótimo para quem tem diabetes. Mas, aos poucos, a farinha feita com a casca do maracujá também se revelou um excelente bloqueador de gordura. Ou seja, impede que o organismo absorva parte desse nutriente presente nos alimentos. Daí faz você perder peso.



A substância responsável pelo poder emagrecedor é a pectina, encontrada em grande quantidade na parte branca da casca da fruta. A farinha não fica atrás: tem 20% dessa fibra, segundo estudo feito pelo químico e pesquisador Armando Sabaa Srur, da Faculdade de Nutrição da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). “No estômago, a pectina se transforma numa espécie de gel não digerível, provocando sensação de saciedade”, explica a médica e nutróloga Daniela Hueb. Com isso, você se sente bem alimentada com uma porção menor de comida. A pectina também reduz a velocidade com que o açúcar entra no sangue – quanto mais lento esse processo, mais a fome demora para voltar a dar sinal.



Menos toxinas



Outra boa notícia: a fibra presente na farinha de maracujá promove uma faxina no organismo. Ela ajuda a eliminar as toxinas, que, acumuladas, prejudicam o funcionamento dos órgãos e, com isso, desequilibram o metabolismo – o que faz sua dieta emperrar. Só que para facilitar a ação desintoxicante da pectina, é importante beber mais água, no mínimo 2 litros por dia.



Nutrientes extras



A farinha de maracujá é fonte de várias vitaminas e minerais.



• Niacina (vitamina B3): atua na produção de hormônios, melhora a ansiedade, ajuda no crescimento das crianças e protege as paredes do estômago.



• Ferro: previne anemia e aumenta o pique.



• Cálcio: favorece a contração muscular, fortalece ossos e dentes.



• Fósforo: também deixa os ossos fortes, além de melhorar a memória, a oxigenação das células e a circulação.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

COMO MONTAR UMA FICHA TÉCNICA

Baixe este arquivo em EXCEL com a base de uma ficha técnica.
É só preencher as celulas com os produtos, preços, etc.... e no final terá o valor correspondente para o prato.

Todos os Chefes de Cozinha, preparam está ficha técnica, após a definição do cardápio e suas receitas. Assim saberão o custo do prato e quanto poderá ser cobrado para o cliente final.

Quem tem um restaurante pequeno, muitas vezes não tem um Chefe de Cozinha e por isso passam por cima de alguns procedimentos básicos, ai vai está dica.

LIVRO DE RECEITAS DA INTERNET

Oi pessoal.....baixei este e-book de receitas postadas na internet, para quem gosta de se aventurar na cozinha, vale a pena dar uma olhada....

Clique para baixar o livro de receitas

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

CALDO VERDE BRASILEIRO

Olá pessoal, estava mexendo na minha pesquisa de acessos deste blog e descobri que muitas pessoas da Europa estavam vendo, então pensei em colocar esta receita de Caldo Verde Brasileiro, para ajuda-los a combater este inverno.

Receita para 4 pessoas
Ingredientes:

1/2 maço de couve manteiga cortado em tiras bem finas (Julienne)
02 linguiças calabresa defumada
02 linguiças tipo Paio
1/2 cebola grande picada em cubos pequenos
04 dentes de alho picados bem piquenos
04 batatas grandes descascadas e em cubos pequenos
1/4 maço de salcinha picado bem pequeno
06 colheres de sopa de óleo de soja
01 litro de água


Modo de Preparo:

Numa panela de preferencia de ferro fundido, coloque o óleo, o alho e a cebola para refogar até deixar a cebola dourada, ai coloque a água e as batatas para cozinhar.
Após as batatas cozidas, pegue um liquidificador e bata as batatas junto com a água que cozinhou. Depois de tudo batido, reserve para finalizarmos a receita.
Coloque as linguiças na mesma panela que você cozinhou as batatas e refogue-as, quando estiverem douradas coloque a salcinha e o creme das batatas e mexa bem até ficar homogeneo, caso esteja muito grosso, coloque mais água e esperimente para ver se está bom de sal, lembre que é um caldo (sopa).
Ao começar a ferver coloque a couve manteiga e mexa até terminar de cozinha-la e pronto.

Está receita é maravilhosa para o inverno.

PIPOCA COM BACON

Não há nada melhor do que ver um filme comendo pipoca, agora pense com uma pipoca diferente, FICA MELHOR AINDA!!!

Mostrarei duas formas de preparar pipoca salgada com sabor de bacon, a primeira será com bacon de verdade e a segunda será com sabor de bacon artificial, que fica muito bom também e é mais prático.





1ª - PIPOCA COM BACON
Ingredientes:

200g de bacon picado bem pequeno
02 colheres de sopa de óleo de soja
1/2 xicara de chá de milho de pipoca

Modo de preparo:

Coloque em uma panela, de preferencia "pipoqueira", o óleo de soja e o bacon picado e mexa até o bacon ficar dourado.(OBS: NÃO DEIXE O BACON FICAR MUITO FRITO, SENÃO AMARGA E QUEIMA)
Despeje todo o milho de pipoca e mexa um pouco em seguida tampe a panela, conforme o milho começa à estourar mexa bem com a panela tampada, assim o sabor do bacon espalhará pela pipoca e não queimará.
Depois de tudo estourado, ponha em uma vasilha grande e veja se está bom de sal, caso precise, coloque sal a gosto e mexa bem. E bom filme.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

2ª PIPOCA DE BACON
Ingredientes:

1/2 xicara de chá de milho de pipoca
4 colheres de sopa de óleo de soja
01 envelópe de caldo de bacon (tempero para feijão)

Modo de preparo:

Coloque em uma panela para fazer pipoca o óleo e o milho de pipoca.
Quando começar estourar mexa bem para não queimar.
Após pronto, coloque em uma vasilha grande e despeje por toda a pipoca o caldo em pó com sabor bacon e mexa até espalhar por todas as pipocas.
Caso precise de sal, coloque um pouco. Viu como é facil!!!!!

BOM APETITE E BOM FILME!!!!